Vereadores aprovam atualização do piso a professores e presidente diz que pessoal de apoio é sua prioridade

por Fernanda publicado 08/07/2022 14h02, última modificação 08/07/2022 14h02
Elvies Gomes, representante da categoria, pediu que os professores observem quem apoia e quem só atrapalha e que o prefeito Isaú Fonseca foi o único que não deu calote nos profissionais da Educação.
Vereadores aprovam atualização do piso a professores e presidente diz que pessoal de apoio é sua prioridade

Atuallização

 

Na segunda sessão extraordinária de 2022, realizada na manhã desta sexta-feira (8), os vereadores da Câmara Municipal de Ji-Paraná analisaram e aprovaram quatro projetos, o principal deles  atualizou o piso salarial dos profissionais da educação básica. Com a presença de 13, dos 17 vereadores, o projeto de lei nº 4166/2022 foi aprovado por unanimidade dos presentes, que concordaram sobre a importância da valorização desses profissionais.

Votaram pela aprovação os vereadores Welinton Goes (MDB), Ademilson Procópio (PTB), Brunno Carvalho (SD), Edinho Fidélis (Republicanos), Elvis Gomes (Republicanos), Beto Wosniach (PDT), Janethe Almeida (DEM), Joziel Carlos de Brito (MDB), Juscelia Dallapicola (PSDB), Lorenil Gomes (PSDB), Marcelo Lemos (PSD), Wanderson Araújo, o Bença (PSB) e  Westerley Cardoso (PDT). A vereadora Vera Márcia (PT) participou do início da sessão, mas teve se sair para acompanhar seu filho que iria ao médico.

Ausentes desde o início da sessão e para a votação estiveram Nim Barroso (DEM), Rosana Pereira (DEM) e Edizio Barroso (SD).

Representa dos profissionais da Educação, Elvis Gomes falou da disposição do prefeito Isaú Fonseca em garantir a atualização do piso salarial e que, embora criticado por alguns, ele foi o único que não deu calote nos profissionais, como os prefeitos anteriores fizeram. Para Elvis Gomes, esse é um momento histórico e é preciso que os professores observem quem apoia e quem só atrapalha, ressaltando que o presidente Welinton Fonseca teve um grande empenho, sempre buscando dados junto à equipe econômica do município, para que essa correção pudesse ser feita.

Welinton Fonseca disse que é sim um momento histórico e que a luta não vai parar por aí, já que está em busca de garantir a atualização também ao pessoal de apoio, que não pode ser esquecido. Para o Welinton Fonseca, é uma questão de justiça esse benefício e isso é prioridade a partir de agora.